sábado, 22 de julho de 2017

O funeral de algo que se quer eternamente vivo...

Centenas de Vizelenses concentraram-se ontem numa marcha em defesa do Nosso Rio Vizela, condenando a poluição que destrói este curso natural de água.
A concentração, denominada "Funeral do Rio Vizela", deu-se junto ao Jardim Manuel Faria, com os populares a seguirem em direção à Ponte D. Luís, onde foram lançadas flores ao rio e dirigidas palavras em prol da defesa do rio e do meio ambiente em geral.
A todos aqueles que foram responsáveis pela iniciativa, o meu reconhecimento, bem como a todos aqueles que participaram.
De qualquer forma, não se faz o funeral a algo que está "vivo" e se quer salvar... O nosso Rio não se encontra morto, nem nos cuidados paliativos (sim, porque este se lá estivesse, não quereria que o chateassem), logo deveria ser alvo de iniciativas de igual empenho, mas de diferente designação...
Os Vizelenses,  como sempre, prometeram não baixar os braços em prol da defesa de um bem que todos deveriam cuidar e estimar, têm agora de envolver os diferentes grupos políticos que, ao que sei por iniciativa da Coligação Vizela é Para Todos, já fizeram o tema chegar à Assembleia da República...
Viva Vizela e Viva o Rio Vizela!

Estou de volta!

Depois de muito tempo em que me afastei da vida de comentador local, decidi voltar.
Como sempre, tentarei ser isento, mas incisivo.
A todos peço que intervenham, pois só assim vale a pena manter este espaço.
Desde já, o meu obrigado!

domingo, 30 de maio de 2010

Desemprego em Vizela

A grande verdade, com muita tristeza minha, é que Vizela caminha de mal para pior…
Vizela, terra bonita e rica em património, está a morrer a olhos vistos e ninguém faz nada para que esta situação se inverta.
Esta minha afirmação encontra sustentabilidade na nossa taxa de desemprego, de quase 25 %, que é uma das maiores do nosso país.
Os nossos governantes municipais têm, urgentemente e prioritariamente, de reagir e de encontrar formas de combater este grande flagelo.
Não sou eu que serei o dono das resoluções miraculosas mas entendo que é hora de se porem em prática as medidas que sejam capazes de potenciar a criação / instalação de novas empresas ou o desafogar dos impostos implementados a todas aquelas que já escolheram o nosso município para se instalar…
São estas situações que permitirão, em conjunto com outras, combater este martírio…

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Último comunicado do PS

O Partido Socialista de Vizela está mal… Está desesperado e critica apenas pelo desejo infundado de ter que criticar… Revela desnorte e desorientação!
Efectivamente, quando a Coligação optou por dar a conhecer o teor da sua participação à IGAL foi, penso eu, para mostrar à população que evoluiu na sua maneira de fazer politica e que decidiu deixar de não concretizar as suas suspeitas, tentando impor a sua vontade e a força da justiça.
Não sou a pessoa mais indicada para aferir da razoabilidade do teor da queixa propriamente dita, mas entendo que a concretização das suspeitas na IGAL ou no Ministério Público é a forma correcta de estar na política, pois em caso de dúvida, há sempre a certeza de que a legalidade existe ou não.
Parabéns Coligação, coragem e mantenham a capacidade de guiar os nossos destinos e de vigiar estes senhores que usam e usurpam do poder!

Assembleia do F. C. Vizela

No passado dia vinte e um de Maio, sexta-feira passada, os sócios do F. C. Vizela reuniram em assembleia-geral com o intuito de aprovar o relatório e as contas do ano de 2008.
O relatório de contas do ano de 2008 foi aprovado (com mais de um ano em atraso) numa altura em que os sócios já deveriam ter votado o relatório de contas do ano de 2009.
Aliás, será que alguém me consegue explicar como é que a Câmara Municipal de Vizela atribui subsídios atrás de subsídios a um clube que nem as suas contas tem em aprovadas como legalmente é exigível…
Só mesmo num município como o nosso, onde é a própria Câmara a criar a sua oitava freguesia e por sinal aquela que sorve a maior fatia do bolo – Futebol Clube Partido Socialista de Vizela…

Posição da Coligação sobre a Proposta de Regulamento e Tabelas de Taxas Municipais

A Coligação não mostrou acordo ou desacordo explícito sobre a proposta de regulamento e tabela de taxas municipais que foi votada na última reunião da Câmara Municipal de Vizela.
Efectivamente, podem afirmar que apresentaram muitos argumentos para votar contra esta proposta, como o facto do aumento proposto ser muitíssimo superior à taxa de inflação prevista, mas não o fizeram.
Apesar de reconhecer que o aumento de receitas é imperioso, não posso concordar com mais um aumento penalizador do consumidor Vizelense e penso que a Coligação – que tão bem tem defendido os Vizelenses – também não.
Espero que não haja, novamente, receio de mostrar que se é diferente… e melhor!

Novo líder da Comissão Política do PSD de Vizela

No passado dia 14 de Maio ocorreu a eleição da Comissão Política do PSD de Vizela e, os militantes, elegeram por unanimidade Francisco Ribeiro como timoneiro do Partido.
Deixo, desde já, os meus parabéns a Francisco Ribeiro e à sua equipa e desejo-lhe as maiores venturas e conquistas por Vizela e para Vizela.

Resposta da Coligação

Após da Conferência de Imprensa do PS, seria expectável que a Coligação que a Coligação apresentasse uma reacção forte e cabal. Mas não…
Numa clara demonstração de superioridade a Coligação desvalorizou, completamente, os argumentos imanados pelos socialistas, que tentaram ferir a credibilidade dos seus membros e as suas opiniões. Ao proceder desta forma colocou os palradores socialistas numa total inoperância e retirou-lhes a sustentabilidade para continuar a dizer este tipo de asneiras…
Mais, de uma forma pedagógica sobre como fazer política, aproveitou para exigir aos socialistas para explicar algumas das suas mais recentes medidas implementadas na administração concelhia, tais como o aumento do preço da água, do saneamento e das taxas municipais. Criticam ainda a atribuição de mais de meio milhão de euros ao F. C. Vizela, em seis meses e a incapacidade de apresentar um PDM de Vizela, pelos diferentes executivos socialistas, em mais de 12 anos de governação…
Assim sim!

Comunicado do Partido Socialista

Mais do mesmo e isso quer dizer que é pouco. Efectivamente, por culpa do grande secretismo que se tentou criar sobre os temas da conferência de imprensa, foi uma grande montanha que pariu um rato bem pequenino que assistimos em Vizela.
O PS começou por criticar a forma de estar na política da Coligação, acusando-a de fazer ataques pessoais sem fundamento, só que não concretiza… Areia para os olhos de quem?
Continua disponibilizando-se para esclarecer a oposição sobre os temas que tenham interesse para Vizela. Apesar de achar que esta iniciativa é louvável, considero-a demagógica porque diferença políticas não se esclarecem, debatem-se… Mais areia…
Prosseguem afirmando que a Coligação é uma força de bloqueio para o desenvolvimento de Vizela… A falta de capacidade de governação é, isso sim, a grande força que não permite que uma localidade se desenvolva. Mais e mais areia…
Analisando o documento enviado à Comunicação Social, constato que o mesmo se reverte numa afirmação pessoal de Vítor Hugo Salgado (o tal que não serviu para ser vereador com pelouro) e em mais uma factura do Xavier de Freitas para pagar o camião de areia usado (paga o Zé Povinho)…

Fórmula para se ganhar dinheiro fácil em Vizela

Se alguém quiser ganhar dinheiro fácil em Vizela só tem que constituir uma associação desportiva. Esta é a principal elação que se pode tirar das verbas que são pagas pela Câmara Municipal de Vizela às colectividades desportivas do concelho.
De facto, ser líder de uma associação desportiva em Vizela é sinal de dinheiro fácil e de gestão despreocupada.
Já agora, alguém me sabe dizer qual é o benefício desportivo trazido pela Sociedade Columbófila de Vizela (600 euros), ou do Clube dos Automóveis Antigos de Vizela (600 euros), ou do Moto Clube de Vizela (1000 euros)…
Quais são os critérios para atribuição dos referidos subsídios desportivos?
Alguém consegue, sem margem de dúvida, dizer que este tipo de transferências de verbas, não é mais do que um jeitinho que se faz a este ou a aquele amigo?

Conferência de imprensa da Coligação “Por Vizela”

A Coligação “Por Vizela” emitiu, recentemente, um comunicado no qual repudiava algumas afirmações proferidas por João Polery no “Especial Informação” da Rádio Vizela, dedicado à última sessão da Assembleia Municipal de Vizela.
O programa, que contou com os líderes das várias bancadas municipais, serviu para que João Polery acusasse o deputado Miguel Machado de desconhecimento no que concerne à elaboração dos Documentos Previsionais. Ora, como quem não se sente não é filho de boa gente, a Coligação não gostou de ver um dos seus elementos atacado e defendeu-se com unhas e dentes…
No comunicado pode, ainda, ler-se que a esta força política é composta por um conjunto alargado de pessoas que se dispõem a prestar um trabalho a favor de todos os Vizelenses.

Vítor T. Cunha

Desde que foi eleito líder da Comissão Coordenadora do Bloco de Esquerda de Vizela tem-se desdobrado em iniciativas de fiscalização ao poder reinante no nosso burgo.
Ele tem-se desdobrado em comunicações de imprensa, acompanhamento às obras municipais e idas aos tribunais para dar conhecimento daqueles actos / obras com as quais não concorda ou desconfia da legalidade.
Haja vontade e folgo para continuar…

Eleições do Bloco de Esquerda de Vizela

Assistimos, nos últimos tempos, às mais activas eleições de um núcleo local de uma força partidária. Referimo-nos às eleições do Bloco de Esquerda de Vizela.
Vítor Cunha e José Manuel Faria andaram para trás e para a frente com as mesmas, com convites de unidade e com desistência de um dos visados.
No meio de tudo isto, não consigo ver quem tem a razão do seu lado, mas entendo que todos os Bloquistas sairiam reforçados com o esforço conjunto de dois dos seus mais destacados membros… Quando uma força minoritária já se dá ao luxo de descartar elementos importantes, é muito mau…
De qualquer forma, a maior das sortes para Vítor Cunha e que seja capaz de reforçar o espírito de unidade que tanta falta faz ao seu partido…

Jantar Solidário dos Bombeiros Voluntários de Vizela

Realizou-se, recentemente, o primeiro jantar solidário para com os Bombeiros de Vizela, na Quinta da Torre, em Santa Eulália.
O mesmo decorreu num ambiente de grande amizade e espírito de partilha e, espera-se, que os presentes tenham tido a capacidade de desculpar os vários falhanços da organização, mas. Como todos sabemos, o ser bem servido não era a máxima deste jantar…
Boa sorte para todas as iniciativas futuras dos nossos Bombeiros…

Assembleia Municipal de Vizela

A Assembleia Municipal de Vizela reuniu no passado dia 30 de Abril em plenário com uma ordem de trabalhos importantíssima.
De facto, esta é uma das Assembleias Municipais mais importantes do ano pois é nela que se aprovam os documentos de gestão mais importantes para o desenrolar do ano político de Vizela – Orçamento, PPI e PAM.
A votação dos referidos documentos não revelou qualquer tipo de surpresa com os deputados do PS e os autarcas da Coligação – vergados à mão do poder – a aprovar os referidos documentos e a oposição a apresentar mil e uma razões para justificar o seu voto contra.
Refiro apenas, o argumento mais forte: “os documentos apresentados não são diferentes, não são credíveis e não são rigorosos.”
De facto, referir que um orçamento de mais de 34 milhões de euros é um orçamento rigoroso é um tremendo acto de falta de rigor e que descredibiliza, logo e pela raiz, os documentos de gestão. Não há qualquer sinal de crise para Vizela…
Mas com alicerces como os que dão consistência aos documentos…
Vejamos, apenas os aumentos previstos no caso dos impostos directos: IMI – aumento de 72% (imposto municipal sobre imóveis); IUC – aumento de 130% (imposto único de circulação); IMT – aumento de 230% (imposto municipal de transacção de imóveis); Derrama – aumento de 70%...
Depois dizem que a Coligação é que não acredita no potencial de desenvolvimento de Vizela… A oposição não passa cheques em branco ao executivo e não sustenta dados falsos!!!